20 nov 2012

Guia de Viagem – Cusco e Machu Picchu: Preços e Dicas Importantes

VIAGEM > OUTROS DESTINOS > Peru

Finalmente as coisas deram uma acalmada e eu consegui preparar este post sobre a minha viagem à Cusco e Machupichu. Em primeiro lugar eu quero dizer que decidi fazer este post porque realmente achei essa viagem incrível e coisas incríveis, a gente tem que compartilhar né? Perguntei nas redes sociais do blog quem achava interessante que eu fizesse um post na pegada “guia de viagem” e muito gente se interessou, entao, aqui estou para cumprir a minha promessa.

Como a viagem foi de 1 semana, com muitos lugares interessantes que eu acho legal compartilhar com vocês, achei melhor fazer este post aqui como um resumao que vai te direcionar ao final do texto, para os links correspondentes a cada passeio, tudo bem? Acho que fica mais organizado e menos cansativo para ler. Bem, vamos lá :)

Onde fica Cusco? 

Cusco é uma cidade do Peru situada no  Vale Sagrado dos Incas, na região dos Andes, com população de 300.000 habitantes. É uma cidade muito alta (com 3400 metros altitude). Seu nome significa “umbigo”, no idioma quechua, idioma local. Foi o mais importante centro administrativo e cultural do Império Inca, sendo assim, a cidade ainda preserva muitas fortalezas desta época como a famosa Machu Picchu.

Como chegar?

Infelizmente, nao tem voo direto para Cusco. Você precisa ir até Lima e de lá pegar um voo que dura aproximadamente 1 hora até a cidade.

Qual é o idioma?

Especificamente na cidade de Cusco se fala o idioma local, chamado “Quechua” mas também falam espanhol e muitos índios falam inglês, pasmem :0

Para quem eu recomendo a viagem?

Para quem gosta de história, aventura e paisagens.

Para quem eu NAO recomendo?

Gente, aqui é uma visao minha, tá? Nao estou impedindo ninguém de ir e nem posso (rs), é só um ponto de vista. Como eu já disse, a cidade fica a 3400 m do nível do mar, ou seja, TODOS os passeios sao em lugares altos que exigem que você caminhe bastante, na maioria das vezes por subidas, óbviamente. Eu nao recomendo se você nao gosta de caminhar e se tem levado um estilo de vida sedentário porque na altitude, o oxigênio fica mais limitado o que dificulta ainda mais conseguir aproveitar bem determinados passeios. Inclusive, essa é uma orientaçao dada pelos guias turísticos quando você chega lá, entao, fica a dica. Mas nada impede que você se arrisque e se diverta por lá.

O que levar?

Além de muita disposiçao, alguma blusa para os passeios e para usar na cidade porque em Cusco a sensaçao é de outono o ano todo. Importante levar repelente também  e protetor solar, principalmente para Machu Picchu que tem um clima de selva e que é o único lugar que você nao vai sentir frio.

Onde se hospedar?

Apesar de pequena, a cidade está muito bem preparada para receber turistas do mundo todo, entao, tem opçoes para todos os bolsos: hotéis, hostal, cabanas, pousadas e etc. É só você procurar no TripAdvisor por hospedagem na regiao e ver o que os comentários dizem de cada lugar. Mas é importante que você saiba uma coisa: o centro de Cusco se resume a Plaza de Armas, como se fosse um quarteirao da sua cidade. Os melhores hotéis e restaurantes estao ali e por isso mesmo, sao os mais caros porque também estao próximos a tudo. Porém, você precisa analisar até onde é caro mesmo porque por exemplo, você pode optar por se hospedar fora da regiao da Plaza de Armas, porém, vai ter que considerar levantar bem mais cedo para os passeios ou gastar dinheiro com táxi todos os dias até a Plaza. Isso porque as ruas da cidade sao bem estreitas e o governo nao permite que os ônibus para turistas busque cada um deles no hotel, o que faz todo sentido porque do contrário, seria um verdadeiro caos. Entao, leve isso em consideraçao ao escolher onde ficar. Eu fiquei no hotel Plaza de Armas que adianto nao ser tao barato, mas eu consegui uma super promoçao da LAN em parceria com o Booking.com , que valeu muito a pena. O serviço deles é incrível, com um quarto super confortável, café da manha super variado e wi-fi à vontade, inclusive, fiz posts pra vocês acessando a internet deles :)

Onde comer?

Gente, aqui é preciso MUITO cuidado. Todo mundo sabe que a comida peruana é uma das melhores do mundo. Aliás, em termos de variedade e tempero, em muitas coisas se parece a comida brasileira. Uma delícia! Mas Cusco é uma cidade TRADICIONAL, que preserva até hoje os costumes de higiene, preparo e conservaçao dos alimentos, herdados por seus antepassados, os Incas. Entao, nao entre no primeiro restaurante que encontrar atraído pelo preço. Nao estou aqui para dizer que os hábitos deles sao ruins ou errados, mas para explicar que nós nao fomos criados nesta cultura e de repente, algum tempero, forma de preparo ou qualquer outra coisa, pode te deixar doente e você nao vai querer isso na sua viagem, né? Entao, prefira mais uma vez, os restaurantes da Plaza de Armas ou próximos a ela que sao de culinária internacional. Vou deixar aqui os 4 restaurantes que mais gostei e que vale a pena você conhecer quando estiver por lá:

1. Restaurante ChiCha: excelentes massas e carnes. Aproveite para provar o Ají de Gallina, prato típico do Perú e o suco típico de Chicha Morada.

2. Restaurante Inka Grill: Sem comentários para este lugar! Me deu água na boca só de pensar. Todos os pratos sao deliciosos, mas o destaque aqui vai para a sobremesa, a  Albaricocada: um misto de doce de leite, cocada, morango e pêssego. Você tem que provar!

3. Restaurante Tunupa: Muito legal para quem quer conhecer a música e as danças típicas da cidade pois tem show todas as noites. Está bem localizado e é no estilo buffet.

4. Pizzaria Roma Mia: Uma digna pizza italiana. Os donos sao muito educados e o ambiente é muito acolhedor.

Onde reservar os passeios?

Nao gaste dinheiro contratando agências de viagem na sua cidade ou com os pacotes turísticos da sua companhia aérea. Em Cusco você vai tropeçar em agências de viagens, uma mais barata que a outra, dado que a cidade vive do turismo e faz de tudo para te ter como cliente. Entao, fica tranquila! Chegando lá, você procura por algumas e faz a sua escolha. Negocie os valores. A moeda peruana tem um valor muito próximo ao real, entao, eles estao acostumados as “pechinchas” brasileiras e nao se recusam a dar descontos, nao apenas nos passeios, mas em tudo o que você for comprar. Eu contratei os serviços da agência Peru Land e nao me arrependi: sempre pontuais, com algumas refeiçoes incluídas nos passeios, entre outros diferenciais.

Quanto custam os passeios?

Adianto que essa nao é uma viagem barata, mas com certeza é algo que você encara como investimento quando chega lá e se depara com tudo o que ela pode te oferecer. É realmente um lugar único no mundo, mas vou deixar aqui uma noçao de valores para vocês que pensam em fazer essa viagem, assim já vao se programando. Em primeiro lugar você precisa entender 2 coisas: A primeira é que os passeios – que vou chamar de convencionais – possuem um valor mais em conta e uma maneira de pagamento e a segunda coisa que você precisa saber, se ainda nao sabe, é que Machu Picchu é o passeio mais caro dessa viagem e cobrado de maneira diferenciada. Vou detalhar para ficar mais claro: os passeios convencionais sao basicamente 16 e ficam na própria cidade de Cusco. Para fazer estes 16 passeios, entre eles ruínas, templos, museus, igrejas, Valle Sagrado e etc, você precisa comprar o Boleto Turístico no valor aproximado de U$ 50 que te dá direito a todos estes lugares num período de 10 dias, incluindo o transporte. Entao, se você pegar este valor e dividir por 16 lugares, vai ver que está super em conta. Mas você NAO pode esquecer de andar com esse boleto porque se nao, vai ter que comprar de novo. Nao tem perdao.

*Valores de 2012

Quanto custa Machu Picchu?

Ir a Cusco e nao ir a Machu Picchu é simplesmente nao ter ido. O lugar é demais! Vocês vao entender melhor no post que vai falar especificamente sobre isso. Bem, justamente pela fama e pelo que é, custa mais caro e nao está incluído no boleto que mencionei. Machu Picchu você paga separado dos outros tours e custa aproximadamente U$ 60 por pessoa, valor de acesso ao lugar. Até aí, nada demais, o que encarece mesmo é como chegar até lá. Ela nao está dentro de Cusco, entao, é uma outra viagem dentro da sua viagem. Vou detalhar isso em outro post para nao me demorar tanto neste ítem, mas aqui você também deve considerar: Transporte até a estaçao de trem (há 1 hora de Cusco), por aproximadamente U$ 27 + Trem até Aguas Calientes (2 horas de viagem. O valor vai depender do tipo de trem: se tem vista panorâmica ou nao, se tem lanche e etc. Eu fui com vista panorâmica mas nao recomendo. O lanche é bom, a vista é legal mas o bonito mesmo está em Machu Picchu. Os outros trens cumprem a funçao e sao mais baratos), por aproximadamente U$ 73 + Ônibus da estaçao até Machu Picchu, por aproximadamente U$ 13 + Almoço (almoçar lá em cima é super caro mas super necessário também porque é um passeio que você sai na madrugada e volta só a noite), por aproximadamente U$ 25. Tirando o valor de entrada e o almoço, todos os outros valores devem ser considerados para ida e volta. Sim, essa é a parte cara da viagem. Ahhh, também tem os que se arriscam a subir a montanha de Wayna Picchu (também vou explicar em outro post), como foi o meu caso. Se você quiser, tem que acrescentar aí mais U$ 10.

*Valores de 2012

Quantos dias sao necessários?

Fiz todos os passeios em 4 dias + 2 dias de viagem (ida/volta). Nao é preciso mais do que isso, nao tem muito mais para ver depois de 4 dias.

O que comprar?

Além do turismo, a cidade vive do artesanato e possui muitas peças de roupas lindas, além de acessórios em prata, metal típico da regiao. Nao sao baratos, mas como eu disse, sao abertos a negociaçoes. A cidade em alguns momentos é um pouco irritante porque tem muitos vendedores, de tudo o que você imaginar. É quase uma 25 de março…rsrs. Tem que ter paciência.

Alguma dica extra?

Prepare o seu corpo. Cusco exige muito da respiração devido a altitude e a maioria dos passeios são subidas ou caminhadas, inclusive em Machu Picchu. Se você não faz nenhuma atividade física, tente ao menos fazer caminhadas regulares 1 mês antes da viagem ou não vai aproveitar tudo.

Bem amores, acho que respondi as dúvidas principais. Se esqueci de alguma coisa, é só comentar aqui no post que eu respondo. Agora vamos as fotos e aos passeios que sao a parte mais legal, né? Fiz um post sobre cada lugar:

Cusco e Machu Picchu – 1º Dia: City Tour nada convencional

Cusco e Machu Picchu – 2º Dia: Valle Sagrado de Los Incas

Cusco e Machu Picchu – 3º Dia: Maras Moray e Salineras

Cusco e Machu Picchu – 4º Dia: Machu Picchu: A “CASA” da Ryqueza

Espero que gostem e que de verdade se planejem para conhecer esse lugar incrível. Vale muito a pena, você nao vai se arrepender!

 

 

Fê La Salye
Comente Aqui!
Comentários
6 comentários em "Guia de Viagem – Cusco e Machu Picchu: Preços e Dicas Importantes"
  1. Márlon Lima   24/03/13 • 01h37

    Olá. Sabe me dizer onde posso ver a descrição completa de todos os passeios que estão inclusos no boleto turístico?

    • pigmentof   24/03/13 • 11h09

      Oi Marion, td bem? Este site é sobre o boleto turístico. Todas as informaçoes que necessitar estao nele, mas está em espanhol. Infelizmente nao conheço outro. Espero que ajude: http://www.cosituc.gob.pe/

  2. Mírian Duarte   18/08/15 • 11h55

    Oii Fê, tava lendo suas dica, achei maravilhoso, estou começando me organizar para ir ao Peru. Me tire uma dúvida: As passagens que vc comprou do chile para peru é barato? Estou pensando ir novamente ao chile e depois pra peru. Estou com dúvida se vou primeiro ao Peru e na volta desço em Santiago. Outra Dúvida: Vc comprou a passagem para cusco qd já estava em Lima ou comprou antes? bjos e aguardo sua resposta.

    • Fê La Salye   22/08/15 • 18h26

      Mírian, eu comprei aqui em Santiago mesmo e comprei direto para Cusco, ou seja, com uma escala rápida em Lima porque não tem voo direto para Cusco. Fui em 2012, já não lembro os valores e não sei dizer se seria mais barato ir direto do Chile ou do Brasil, até porque, além de não lembrar o valor, a minha moeda é o peso chileno há muitos anos. Beijos!

      • Débora   24/04/16 • 14h51

        Olá Fê, você tem uma noção de quanto você gastou ao todo nessa viagem?

        • Fê La Salye   28/04/16 • 08h04

          Nao lembro mais, faz uns 3 anos mas nao achei tão cara e valeu cada centavo.

Anterior
Próximo
Voltar para a home