12 maio 2016

Sistema Educacional no Chile: Etapa 4 – Ensino Superior

MORAR FORA > DICAS PARA MORAR NO CHILE > Educação

Este é o quinto e último post da série Como funciona o Sistema Educacional no Chile, e nele você saberá como funciona o Ensino Superior no país.

Vale lembrar que eu não fiz nenhum curso superior no país e que contei com a ajuda de um chileno especialista no assunto para dar todas as informações sobre como é a Educação no Chile, portanto o mais provável é que eu não saiba responder algumas dúvidas mas deixarei o essencial para você pesquisar. Vamos lá!

A primera coisa que você precisa para entender esse post é ler o post anterior, que fala sobre o Ensino Médio pois mesmo que você venha para o Chile para fazer apenas o Ensino Superior, vai precisar das informações que já dei no outro post. Então se não leu ele ainda, corre lá ou vai ficar perdido no assunto.

Mas se já leu o post anterior, já sabe como funciona o Vestibular no Chile, então vamos para o que interessa.

ensino superior sistema educacional no chile

  • Duração do Curso

Como mencionado na imagem, assim como no Brasil, no Chile existem cursos de 2, 4 e até cursos que duram mais que 4 anos.

  • Universidades mais conceitudas:
  1. Universidad de Chile (pública)
  2. Universidad Católica – PUC (pública)
  3. Universidad de Santiago (pública)
  4. Universidad Diego Portales (particular)
  5. Universidad Los Andes (particular)

 

Curiosidade: existem times de futebol com nomes de universidades.

 

  • Universidades Públicas

As universidades públicas não são gratuitas. Aliás, quase nada que é público no Chile é gratuito. O que eu já ouvi de muitos chilenos é que se algo é totalmente gratuito tende a não funcionar bem (eles falam isso pra qualquer coisa, inclusive quando se referem a outros países), então você terá sempre que pagar, nem que seja um valor menor.

  • Horários

Há cursos diurnos e noturnos.

  • Férias

Sempre de janeiro a fevereiro, depois em juho e uma semana em setembro, no feriado do dia 18.

  • Bolsas de Estudo

Existem bolsas de estudo (aqui se chamam Becas) mas apenas para chilenos ou estrangeiros com visto definitivo. Qualquer outro tipo de bolsa concedida a um estrangeiro é por alguma parceria de alguma universidade no Brasil com outra universidade no Chile. É preciso ver na sua universidade no Brasil, caso queira pedir transferência, se ela tem algum programa de bolsa com algum curso no Chile.

  • Cotas de Estudo

Apenas para indígenas. Não existe para negros (os negros que vivem aqui são estrangeiros e não chilenos) e nem para deficientes ainda, infelizmente.

  • Estágios

No Chile não é comum que um estudante trabalhe para pagar seus estudos. Geralmente ele só começa a trabalhar depois de se formar na faculdade, mas dependendo do curso que ele fizer, talvez tenha que fazer um estágio e esse estágio é chamado de Práctica e um estagiário é chamado de Alumno en Práctica.

Mas os estágios por aqui são diferentes. É por um curto período (geralmente entre 3 e 6 meses) e a empresa não tem a obrigação – e muitas vezes nem o interesse – de efetivar esse estagiário depois. Aliás, ele nem conta com isso. Aqui um estágio é apenas para cumprir uma grade curricular e se formar. Depois acabei descobrindo que em outros países da América Latina funciona assim também. Justamente por não ter a obrigação/interesse de contratar, a empresa também não tem a obrigação de pagar esse estagiário. A maioria dos estágios não são remunerados. Pode acontecer da empresa pagar alguma coisa mas é um valor combinado, uma ajuda de custo e não um salário. O estágio aqui é apenas a possibilidade de realizar uma parte prática do curso e não um emprego.

  • TCC

Assim como no Brasil, cada área exigirá um trabalho de conclusão de curso com características diferentes.

  • Valores

Impossível dar uma média de valor. Recomendo pesquisar nas universidades de seu interesse.

  • Mestrado & Doutorado

Também são oferecidos pelas universidades e seguem todos os requisitos mencionados anteriormente.

  • Validar Diplomas

Para entrar nas universidades daqui ou para trabalhar depois mesmo tendo feito um curso superior no país, todo estrangeiro deve validar os diplomas anteriores, ou seja, de cursos feitos no Brasil. Contei isso em detalhes neste vídeo.

CONCLUSÕES DESSA SÉRIE:

  • Estudar no Chile não é gratuito e nem barato;

 

  • Um chileno passa por processos seletivos desde bebê. Está acostumado a isso;

 

  • Não existe educação pública grátis;

 

  • Há diversas opções de estudo e muitas instituições conceituadas;

 

  • Na cultura, um bom colégio tem mais valor que uma boa universidade;

 

  • Em geral, uma criança estuda 12 anos no mesmo lugar;

 

  • Uniforme conservador, estudo em horário quase integral;

 

  • Convivem toda uma vida praticamente com as mesmas pessoas, o que explica serem mais fechados;

 

  • O Estágio é apenas uma fase da universidade e não um emprego;

 

  • É comum não trabalhar enquanto estuda;

 

  • Os estrangeiros que estudaram aqui dizem que as principais coisas que notam é a disciplina, organização, conservadorismo, ênfase a assuntos políticos na escola e assim como em outros países, há panelinhas mas em geral recebem bem os estrangeiros.

 

Bem gente, acho que fui BEEEEM detalhista em cada post dessa série. Foram meses pesquisando e dias escrevendo e editando. Tudo o que eu sei estão nos posts abaixo. Mais que isso eu realmente não sei informar mas entrando em contato com os links indicados vocês podem se dar bem.

 

Espero ter ajudado! Qualquer outra dúvida sobre morar no Chile, é só clicar aqui.

Esta série foi desenvolvida pelo blog Pigmento F. Nenhum outro blog que fale do país escreveu sobre esse assunto com essa riqueza de detalhes, portanto dê o crédito ao blog juntamente com o link caso o use como fonte de pesquisa em algum outro site. Obrigada!

Fê La Salye
Comente Aqui!
Comentários
2 comentários em "Sistema Educacional no Chile: Etapa 4 – Ensino Superior"
  1. Sabrina Fornazier   12/05/16 • 10h50

    Fê!! Li toda a série! Ficou bem explicadinha e entretenida!! Adorei demais!! Parabéns pelo seu trabalho!! Beijão.

    • Fê La Salye   12/05/16 • 10h54

      Sempre uma querida! Deu um trabalhão e acho que agora todos entederam porque não dava pra fazer esse post da noite para o dia, são muitos detalhes mas fiquei feliz com o feedback. Beijos!

Anterior
Próximo
Voltar para a home